Caçador

Acusado de agredir as filhas vai a julgamento por tentativas de feminicídio

O réu Marcelo dos Santos, de 32 anos, enfrentará o júri popular nesta sexta-feira

Vai a julgamento na próxima sexta-feira, 26, um homem acusado de duas tentativas de feminicídio, em Caçador. O réu Marcelo dos Santos, de 32 anos, é acusado de agredir as filhas de 7 e 11 anos, em setembro de 2018.

O homem foi denunciado por duas tentativas de homicídio qualificadas pelo motivo fútil, pelo recurso que dificultou a defesa da vítima e por ser contra mulher em razão da condição de sexo feminino (feminicídio). Também responder por ameaça praticada no âmbito das relações domésticas.

O júri popular é aberto ao público e inicia às 9h, no Fórum da Comarca. A sessão será presidida pelo juiz de direito Gilberto Kilian dos Anjos, a acusação será feita pela promotora Danielle Diamante e a defesa por Elaine Caroline Masnik, defensora pública.

Leia mais

Marcelo dos Santos foi preso em flagrante no dia 16 de setembro de 2018, e desde então continua preso preventivamente aguardado julgamento.

A prisão foi realizada pela Polícia Militar no bairro Martello. Segundo matéria publicada no Caçador Online na época, uma guarnição estava atendendo uma ocorrência de trânsito na rua Ricardo Angeli quando ouviu uma discussão em uma residência naquelas proximidades. Marcelo foi visto portando um facão no interior da casa e os policiais militares agiram rápido, efetuando a detenção do suspeito.

Logo em seguida, a mãe das crianças relatou para a polícia que seu marido ficou alterado e lhe ameaçou de morte, e que depois agrediu as filhas. Ela conta que não foi agredida porque a polícia chegou antes. A mulher está grávida de oito meses.

As filhas também confirmaram as agressões, segundo o boletim de ocorrência. A polícia informou que a menina mais velha apresentava cortes na cabeça e no pescoço provocados pelo facão. A mais nova levou um tapa na boca e estava com os lábios sangrando. Elas foram encaminhadas ao hospital Maicé pelos Bombeiros Voluntários e passam bem.



Comentários (0)


Deixe seu comentário