Transparência

Caçador é pioneira na implantação de câmeras corporais para policiais

Os resultados estão sendo bastante positivos, explica o tenente PM Cleiton Fischer

Caçador foi pioneira na implantação de câmeras corporais para policiais militares, tornando o trabalho muito mais transparente. Em Santa Catarina, foi o segundo município a adquirir esta tecnologia, em março de 2017. Os resultados são bastante positivos, explica o tenente Cleiton Fischer, do 15° Batalhão de Polícia Militar (15° BPM).

“Elas foram usadas inúmeras vezes em processos administrativos, em inquéritos policial militar e outros procedimentos, bem como foram requisitadas pelo Poder Judiciário. Já se mostrou, nesse tempo, que ela é eficaz e é primordial para o bom policial, resguardando-o diante de uma eventual denunciação caluniosa, além de inibir que algum policial pratique algo proibido”, destaca.

Na segunda-feira, 22, a Polícia Militar de Santa Catarina começou a entregar câmeras corporais para outras cidades, começando por Florianópolis. Caçador também será contemplada com os equipamentos Go Pro.

“Agora, foi adquirido um número expressivo de câmeras, que seguem um padrão de tecnologia mais moderno, com o qual iremos trabalhar. Um dos novos recursos é que a câmera começará a gravar automaticamente assim que a guarnição for empenhada em uma ocorrência e só irá parar após o término do atendimento. O policial não terá mais esse domínio sobre a câmera”, acrescenta Fischer.

Há 15 dias, o tenente Célio Alvarenga esteve em Florianópolis, onde participou de um curso para operar a nova tecnologia. Ainda não há previsão de entrega das novas câmeras corporais para o 15° BPM. Assim que forem entregues, os equipamentos irão contemplar também os destacamentos de Rio das Antas, Macieira e Calmon.

Assista ao vídeo:



Comentários (9)

Policial

23/07/2019 14:45

Isso é muito bom, com certeza favorece o trabalho dos bons profissionais, isso ampara o uso legal da força quando necessário, os motoristas folgados e mal acostuacostumados que costumam se fazer de vítimas que fiquem expertos, acaba com o chororô.

PM

23/07/2019 12:56

Lembrando que muitos policiais já usavam câmeras particulares, justamente para amparar-se em casos de acusações caluniosas.

Serelepe

23/07/2019 12:53

Isso é ótimo, pra acabar com essa mania de vagabundo querer bancar a vítima.

isso e bom

23/07/2019 11:38

assim podemos provar em uma blitz como somos tratados na abordagem, e na hora que solicitamos uma outra forma de comprovação fora o bafometro não e oferecido

Para leitor 1

23/07/2019 11:26

É ótimo tbm para aqueles que vão fazer denúncias falsas contra os policiais ;)

leitor 2

23/07/2019 10:59

concordo com o leitor 1 isso sera bom para sociedade também, pois nem todos os policiais são coerentes e fazem o seu trabalho como deveria ser, muitos são piores que os próprios vagabundos

PMSC é exemplo

23/07/2019 10:45

só reclamam mas a militar de SC é uma das melhores do país, menos violenta, é respeitável. Virou modinha falar mau de policia esse é o fato!

parabems

23/07/2019 10:25

"diante de uma eventual denunciação caluniosa" da parte do policial também. Porque geralmente a palavra do servidor é que prevalece e não é sempre que estão certos.

leitor 1

23/07/2019 10:22

lembrando sr que tambem é bom para a população onde muitas vezes a abordagem é feita de forma errada. Ja vi pessoalmente a policia chegando batendo em jovens sem antes averiguar qualquer fato. ótimo para todos

Deixe seu comentário