Renovação da frota

Nova ambulância é entregue para o Samu de Caçador

Representantes do município estiveram em Florianópolis na solenidade de entrega

Nesta sexta-feira (19), foram entregues as 18 novas ambulâncias que serão utilizadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Santa Catarina, renovando cerca de 80% da frota de suporte avançado. Os veículos foram oficialmente entregues em ato realizado em Florianópolis, que contou com representantes de Caçador, uma das cidades beneficiadas.

O processo de aquisição das ambulâncias foi conduzido pelo Governo do Estado, o que resultou numa economia em razão da compra em maior quantidade e da isenção de ICMS, fatores que não existiriam se o processo fosse realizado individualmente por município. Com os custos menores, foi possível adquirir mais veículos.

O custeio da operação das unidades de suporte avançado do Samu, como a folha de pagamento dos profissionais e a manutenção dos equipamentos e dos veículos, é responsabilidade do Governo do Estado.

Os recursos para a compra das novas ambulâncias têm origem em emendas parlamentares dos deputados Rogério Mendonça e Carmen Zanotto, além de uma destinação por iniciativa própria do Governo Federal, via Ministério da Saúde. 

Municípios beneficiados

As cidades que contam com os novos veículos são Araranguá, Blumenau, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Mafra, Palhoça, Rio do Sul, São Joaquim, São José e São Miguel do Oeste. O investimento em cada ambulância foi de aproximadamente R$ 199 mil, totalizando cerca de R$ 3,3 milhões.

Integração dos suportes básico e avançado

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, as unidades de suporte básico, que hoje estão sob responsabilidade dos municípios, também passarão a integrar o Samu estadual, sob gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, da mesma forma como já ocorre com o suporte avançado. “É um processo que vai fazer com que a população tenha um ganho expressivo no atendimento, com mais organização”, avalia o secretário.

Ele lembrou que o número de atendimentos cresce a cada ano. No primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 170 mil ocorrências, das quais 80 mil precisaram de deslocamento de ambulância. “Tanto o suporte básico quanto o suporte avançado prestam um serviço de muita importância num momento em que a população precisa. Os novos veículos trazem maior segurança e confiabilidade”, acrescenta Zeferino.



Comentários (0)


Deixe seu comentário