Prefeitura
Saulo Sperotto toma mais uma medida para reduzir gastos
Os servidores não podem mais converter licença prêmio e férias em dinheiro
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Caçador Online  |  11/01/2017 17:00

O prefeito de Caçador, Saulo Sperotto, suspendeu temporariamente a conversão de licença prêmio e férias em dinheiro. A medida, que começou a valer desde segunda-feira, 9, faz parte das ações para equilibrar financeiramente as contas da Prefeitura com base na economicidade.

foto1
clique na foto para ampliar

A partir de agora, os servidores públicos municipais não poderão converter nem a licença, nem as férias em dinheiro. Os dois direitos continuarão a ser concedidos normalmente conforme as condições previstas no Estatuto dos Servidores.

Segundo a portaria que efetivou a mudança, poderá haver casos excepcionais. O pagamento poderá ser liberado apenas para as questões emergenciais, com prévia autorização especial do prefeito, desde que demonstrada a extrema necessidade.

A decisão é baseada na Lei de Responsabilidade Fiscal que exige dos administradores públicos a correta aplicação dos recursos públicos. A desobediência desses princípios pode resultar em sanções civis e criminais contra o ordenador de despesas.

Comentários (6)
 

12/01/2017 10:20 - Iraci dos Santos
Pelo que eu vi o dinheiro que vem do governo federal pelo FUNDEB que é destinado para a educação que era para o salário e aperfeiçoamento dos professores foi desviado pelo outro prefeito que terá que responder por isso. Só espero que não venham querer economizar em educação porque em educação não se economiza, se investe.

12/01/2017 09:58 - TRIPLICAR O SALÁRIO..............
Triplicar o salário de todos os servidores, inclusive vereadores e etc, seria uma ótima medida para combater a crise econômica. Com mais dinheiro no bolso, todos os servidores gastarão mais, melhorarão o movimento do comercio, que vai aumentar a oferta de empregos e etc. Saulo tem que mandar imediatamente o projeto de lei para a câmara aprovar rapidinho. Esquece a oposição, eles não fizeram nada, consequentemente não podem falar nada.

11/01/2017 19:28 - Gerusa Marques
Mas Prefeito o que o Sr. Precisa fazer e mandar uma medida ou decreto para a câmara reduzindo os seus salários tanto do executivo quanto do legislativo. Mas isso era pra ser feito no primeiro ato.

11/01/2017 19:13 - Fabiana Lupet
Essas medidas sao paleativas. Teve redução no quadro. Mas vai saber até quando? Todos sabem que com o andar da carruagem vai ser inchado de cabides novamente. Promessa de campanha e compromissos vao pesar e em pouco tempo vai estar lotada as salas. Mas o que tem que fazer ele nao faz que é reduzir os salários e as mordomias dos poderes.

11/01/2017 18:53 - Veruska Silva
Isso vai ajudar na economia da prefeitura mas o que deve ser feito e nao sei o por que ainda ninguem tomou tal atitude que é reduzir os proprios salários. Estamos esperando srs vereadores e Sr. Saulo.

11/01/2017 18:48 - Norbert
Ajuda mas o mais importante ele nao fez e nem os vereadores eleitos. Que é reduzir os proprios salários a níveis aceitaveis. Em um município que a média fica em torno de 1000.00 para um trabalhador que trabalha em muitos casos de segunda a segunda, é um absurdo pegar uma fortuna e ainda ter regalias de tudo quanto é tipo para pouco fazer.

Deixe seu comentário
Os comentários não representam a opinião do Portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Comentários com ofensas pessoais, publicitários, de cunho político e palavras de baixo calão serão excluídos.
* Identificação:
* Comentário:
 
 
Em Brasília - 22/02/2017 11:45
Conselho Consultivo do hospital Maicé visita 19 deputados federais
O objetivo foi buscar recursos para compra de equipamentos e para as obras
Trabalho - 22/02/2017 11:31
Sine de Caçador divulga seis oportunidades de emprego
Os candidatos devem comparecer pessoalmente no posto do Sine no bairro Berger
Data - 22/02/2017 10:58
Deputado Cobalchini lembra Dia do Imigrante Italiano
Conforme pesquisa do IBGE, existem 30 milhões de ítalo-brasileiros no Brasil
Fatalidade - 22/02/2017 10:20
Professora de Calmon morre em trágico acidente na BR 153
Luzia Ionara, assessora da ex-prefeita Ivone De Geroni, morreu no local
Crime - 22/02/2017 07:29
Assaltantes amarram médico e roubam camionete, pistola e cofre
A vítima de 60 anos conseguiu ajuda numa casa que fica a poucos metros do local
Esporte - 21/02/2017 23:08
Caçador volta ao futebol profissional masculino
Tricolor do Contestado vai montar time para disputar a Série C do Estadual
Polícia Civil - 21/02/2017 21:19
Delegado pede ajuda para encontrar donos de objetos
Pertences estão apreendidos na delegacia e até agora ninguém procurou por eles
Câmara - 21/02/2017 21:06
Aprovado projeto que institui a Guarda Municipal
Além do trânsito, agentes voltarão a cuidar do patrimônio, por exemplo