0,0 mm
16,7°C
 
Chuva e vento
Temporal causa estragos em comunidades do interior
Linha São Francisco foi a mais atingida na noite desta sexta-feira
Comentários da matéria Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
Caçador Online  |  21/01/2012 00:39

O verdadeiro caos podia ser visto na noite desta sexta-feira, 20, em comunidades do interior de Caçador. Até às 23h, a Defesa Civil tinha conhecimento dos maiores estragos na Linha São Francisco, mas o rastro de destruição ainda estava sendo monitorado. Até às 0h15 ainda não havia a confirmação de pessoas feridas.

Chuva intensa e vendaval foram os ingredientes para deixar estradas quase intransitáveis, estourar açudes, destelhar casas, derrubar árvores, atingir redes de energia e plantações, mandando ao chão parreirais inteiros e pés de tomates.

Caminhões da Prefeitura, bem como a Guarda Municipal e os Bombeiros Voluntários auxiliaram nos locais mais atingidos. Informações ainda não confirmadas davam conta de que alguns moradores poderiam estar isolados, devido à quedas de barreiras e lama nas estradas.

O chefe da Defesa Civil de Caçador, Sérgio Elói Bisotto, ainda conferia a situação dos moradores e providenciava o auxílio. “Muita chuva, como há muito não víamos, além de árvores caídas nas estradas que tiveram que ser serradas para a passagem das equipes de socorro”, resumiu.

Por enquanto não se sabe ao certo o fenômeno que atingiu estas comunidades. Mais informações durante este sábado.

Oportunidade - 31/07/2014 18:27
Faculdades SENAC oferece cursos gratuitos
Informática - 31/07/2014 17:49
Prefeitura recebe 40 novos computadores
Estímulo - 31/07/2014 17:40
Uniarp entrega premiação aos vencedores do Enade
Evento foi realizado na noite desta quarta-feira
Fundação de Cultura - 31/07/2014 17:26
Professores e alunos participam de curso sobre canto e violino
Joguinhos Abertos - 31/07/2014 17:15
Lucas Nunes conquista segunda medalha de ouro no atletismo
Atleta encerrou a prova com duas voltas de vantagem sobre os adversários
UAB - 31/07/2014 14:37
Iniciado o Curso de Pedagogia pela UDESC em Caçador
Autoridades locais e vice reitor da Udesc estiveram na aula inaugural
Atletismo - 31/07/2014 11:57
Fabiane Mattos é recordista dos Joguinhos
Joguinhos - 31/07/2014 01:26
Caçador tem dia decisivo no atletismo e futsal masculino
Atletismo pode trazer mais medalhas. Futsal tenta vaga na semi às 17h30 no Sesi
Comentários (18)
 

22/01/2012 12:52 - maria
DEPOIS nao sabem porque tudo esta acontecendo.leiam a biblia APOCALIPSE. DEUS tenha muita misericordia de todos NOS.

21/01/2012 19:28 - floripa sc
isto acontece por causa de pessoas igual a vc [leitora] e q deus tenha pena de vc

21/01/2012 19:11 - eu
que deus de forsa para comtjnuar so quem sente na pele que sabe a dor

21/01/2012 19:10 - investgador
foi uma tentativa de homicidio planejada pelo presidente dos EUA para matar nosso campeão Cigano, mas ele errou.

21/01/2012 19:07 - leitora e agricultora
e ainda verem a gente com repujo derem nos um p mais de respeito

21/01/2012 15:25 - caçadorense
Será que ta faltando oração, meu DEUS quanta coisa ruim vem acontecendo! Vamos rezar!

21/01/2012 14:57 - vizinho
a chuva e o vento foram forte aki onde eu moro fika perto da região atingida o vento e a chuva era muito forte...

21/01/2012 13:16 - jane
coitado dessa pessoas se eu tivesse como ajudar mais eu nao tenho mais deus pode tando força para se levantar e lutar porque a vida continua

21/01/2012 13:10 - leitora
Nossa gente esse e realmente o final do mundo e assim que isso ira acontecer que Deus esteja com essas famílias para dar conforto

21/01/2012 13:06 - ssa
nao e facil mais e nosssa natureza

21/01/2012 12:50 - Caçadorense
Isso é muito triste. Trabalham o ano todo a espera da colheita e quando começam a colher acontece isso. Que Deus os ilumine e o poder público olhem para eles.

21/01/2012 11:31 - nega
coitados.......

21/01/2012 11:22 - Caçadorense
PARABENS A TODOS QUE AUXILIAM NESTES MOMENTOS TÃO DEFICEIS, BOMBEIROS, DEFESA CIVIL, PREFEITURA ENFIM TODOS AQUELES QUE ESTÃO SEMPRE PRONTOS A AJUDAR.

21/01/2012 10:50 - NAIR
OLHA ,E UMA COMUNIDADE DE BEM MAS COM A MATUREZA NADA PODE SER FEITO MAS DIZEM OS EVANGELHOS , QUE DEUS NAO DEIXA FALTAR NADA A SEU FILHOS POR TANTO CONFIEM NELE, TEM APASAGEM DO BARCO E O VENTO MO MAR, E OS PASSARINHOS QUE NAO PLANTAM E NAO LHES FALTA O QUE COMER.

21/01/2012 10:47 - Arlan Carlos
Ao fazer a volta, um galho de árvore enrroscou no assoalho da caminhonete, errebentando uma mangueirinha pela qual passava gasolina, o cheiro era forte, e o risco de passar sobre os fios de luz maior ainda. Andando não mais que 5 Km/h, nos deparamos com duas árvores de cedro atravessadas sobre a rua, "estavamos presos". Nesse momento um carro parou atrás de nós, era um PM que estava visitando um amigo na comunidade da Linha São Francisco. Conversamos e decidimos voltar até a casa do amigo dele para usar o telefone com antena externa. Lifamos para os Bravos Bombeiros, os quais admiro muito mesmo. Em instantes eles foram nos socorrer. Deixamos nossa camionete, já sem combustível por ter vasado após uma manobra arriscada de passar sobre galhos de árvores. Iríamos voltar com o PM, porém ao chegar num trecho da estrada, estava um caos total, pois não podiamos mais ver a estrada. Um açude estourado, com isso a água tomou conta da rua, e cada vez mais a água subia, pois era bem na baixada de dois morros por onde passa a estrada, sem chance de passar com o carro do PM, seguimos a pé de encontro ao socorro dos Bombeiros. A extenção da água era de aproximados 30 metros ao longo da estrada, e a água passava da altura dos joelhos. Correnteza forte mesmo. Ao passar por mais este caos, subimos o morro e chegamos ao socorro dos Bombeiros, os quais junto com moradores daquela região estavam com motosserras ligadas para retirar as árvores do caminho. Voltamos com os Bombeiros. Deixamos para trás o apego material, pois a vida é muito frágil. E seguimos para nossa casa aqui na cidade com a fé em Deus. Pois o que mais vale é estar vivo. Deus e nossos anjos nos guiaram.

21/01/2012 01:55 - Colega de labuta....
GOSTARIA DE AGRADECER A DEFESA CIVIL E O CORPO DE BOMBEIROS PELO ATENDIMENTO EFICIENTE NA REMOCAO DE OBSTACULOS, POIS SE NAO FOSSEM ELES ESTARIAMOS ATE AGORA LA PRESOS EM MEIO TRONCOS DE ARVORES E FIOS DE ENERGIA ELETRICA OS QUAIS ESTAVAM POR VARIOS PONTOS DA ESTRADA. MAIS UMA VEZ PARABENS PELO EXCELENTE SERVICO PRESTADO

21/01/2012 01:45 - Cidadao que viu a furia da natureza ......
Boa noite, gostaria de deixar registrado que no momento do ocorrido , eu me encontrava na linha Sao Francisco em companhia de minha esposa, ja era noite e estavamos visitando alguns amigos e saliento que passamos por momentos realmente dificeis e desesperadores, alem da forte chuva conhecida como tromba d'agua, havia tambem chuva de granizo, sem contar os ventos que facilmente ultrapassaram a casa dos 100 km horarios, houveram momentos em que arvores vieram abaixo, folhas de zinco e eternite eram arrancadas dos telhados das casas, e muitas descargas atmofesricas ( raios ), sem brincadeira parecia o fim do mundo e para piorar a situacao romperam-se alguns açudes , sendo que o volume de agua daquele que se encontrava no terreno mais elevado acabava desaguando no seguinte mais abaixo e assim formou-se uma força que destruia tudo o que havia a frente, sendo que tomou a estrada ficando impossivel o transito de veiculos por mais de uma hora, bicho feio e para finalizar o relato a rede eletrica tambem foi atingida pelo vendaval vindo ao chao varios cabos de energia. So um aviso pessoal fiquem prevenidos essas temperturas elevadas ao longo do dia geralmente culminam neste tipo de temporal, fico chateado pelos amigos e agricultores que tiveram um imenso prejuizo, espero que Deus os ajudem a seguir em frente e reerguer o que foi destruido pela furia da natureza.

21/01/2012 00:51 - Leitora
Que Deus conforte estas familias trabalhadoras de nossa cidade!!!

Deixe seu comentário
Os comentários não representam a opinião do Portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Comentários com ofensas pessoais, publicitários, de cunho político e palavras de baixo calão serão excluídos.
* Identificação:
* Comentário: